Caso Clínico Janeiro 2021

Ana Laranjo1, Mariana Brito2, Júlia Sabino2, Carla Oliveira2, Marta Patita2

1 - Hospital Espírito Santo de Évora

2- Hospital Garcia de Orta

Homem de 84 anos com antecedentes pessoais de hipertensão arterial e cardiopatia isquémica realiza endoscopia digestiva alta por epigastralgia e anemia ferropénica. À observação da cavidade gástrica, identifica-se na transição corpo/antro, na vertente da grande curvatura e face anterior, volumosa lesão vegetante, muito friável ao toque do aparelho, com ulceração superficial, tendo sido efetuadas biópsias. O estudo imunohistoquímico foi positivo para CD45, CD138, MUM1 e parcialmente para CD79, PAX5 e CD10.

Qual o diagnóstico mais provável?

  Adenocarcinoma gástrico
  Linfoma de células B
  GIST
  Tumor neuroendócrino

Já foi submetida uma resposta com este email.

É o proprietário do email e não submeteu resposta? contacte-nos


É o proprietário email e não submeteu resposta? contacte-nos.

  • Caso Clínico Janeiro 2021

  • Caso Clínico Janeiro 2021


voltar